No algarve duas tartarugas marinhas reabilitadas no Zoomarine, Algarve, vão ser hoje devolvidas ao mar a bordo de um navio militar.

As duas tartarugas-comuns, da espécie Caretta caretta, embarcam em Portimão no navio da Marinha de Guerra Portuguesa, NRP João Roby, na presença dos secretários de Estado do Ambiente, Humberto Rosa, e da Defesa Nacional e Assuntos do Mar, Marcos Perestrello, entidades que farão a devolução pelas próprias mãos, disse à Lusa Élio Vicente, biólogo marinho e director de ciência e educação do Zoomarine.

Hope, a tartaruga que em Janeiro um grupo de pescadores de Tavira encontrou presa num emaranhado de redes com a barbatana peitoral esquerda danificada e que teve de ser amputada, é um dos animais que vão ser devolvidos ao eu habitat natural. As tartarugas vão ser libertadas a 12 milhas a sul de Portimão - cerca de 20 quilómetros -, voltando a mergulhar nas águas do Atlântico. 

 

VER NOTÍCIA ORIGINAL >>