Nome Científico: Caretta caretta (Linnaeus, 1758)
 
Nomes comuns: Tartaruga Cabeçuda ou Comum (Pt), Loggerhead Sea Turtle (En), Tortue Caouanne (Fr), Tortuga Caguama (Sp).
 
Ocorre nos mares tropicais e subtropicais e também em águas temperadas. As principais áreas de reprodução estão localizadas no Atlântico, na costa sudeste dos Estados Unidos, Brasil e Cabo Verde e no Índico, em Oman.
 

Caracteriza-se pela sua grande cabeça em forma de coração, daí o nome de cabeçuda e possui fortes mandíbulas. Tem uma carapaça óssea, sem sulcos e grandes placas que não se sobrepõem. É a única espécie que possui cinco pares de placas laterais, de cor castanho, o que define a espécie em comparação com as restantes. O plastrão, a “barriga da tartaruga”, possui uma cor amarelada. As barbatanas dianteiras são curtas e grossas, com 2 unhas, enquanto que as posteriores podem ter 2 ou 3 unhas.

 

 

   

 
As tartarugas desta espécie podem ter entre 73 a 107 cm de comprimento curvilíneo de carapaça e em média 115 Kg. Não existem diferenças geográficas no comprimento de carapaça entre indivíduos de diferentes populações nidificantes, e também não são observadas diferenças quando comparadas com outras populações do Atlântico, no entanto de tamanho mais elevado que as restantes populações do mundo.
 

Vivem normalmente em baixas profundidades, até cerca de 20 m, em baías e foz de grandes rios, e podem ser encontrados ao longo dos oceanos Atlântico, Índico, Pacífico e mar Mediterrâneo.

 

São animais preferencialmente carnívoros. Comem essencialmente caranguejos, moluscos, mexilhões e outros invertebrados.

Enquanto filhotes, podem também alimentar-se de vários tipos de algas, principalmente pequenos pedaços de Sargassum.

 

   

 

Quando juvenis e adultos, durante deslocamentos migratórios, são oportunistas, alimentam-se de quase tudo o que encontram junto da superfície. Os seus poderosos músculos da mandíbula ajudam a triturar os alimentos. 

Realiza posturas em intervalos médios de 2 a 3 anos, e podem chegar a desovar entre 4 a 7 vezes, com cerca de 127 ovos por postura. Após 60 dias, aproximadamente, os ovos eclodem.

Existem no mundo cerca de 45.000 fêmeas em idade reprodutiva (segundo estimativas apresentadas em relatórios e publicações).

 

© SOS Tartarugas