Nome Científico: Chelonia mydas (Linnaeus 1758)

 

 

Nomes comuns: Tartaruga Verde (Pt), Green Turtle (En), Tortue Verte (Fr), Tortuga Verde (Sp).

 

Ocorre nos mares tropicais e subtropicais, em águas costeiras e ao redor de ilhas, sendo rara a ocorrência em águas temperadas.

 

A principal área de desova no mundo corresponde a Ra’s Al Hadd, em Oman, no Oceano Índico. No Atlântico, as principais áreas de desova encontram-se na Costa Rica, Ilha de Ascensão, Suriname, Venezuela e Guiné Bissau.

 

Tem o nome de tartaruga verde devido à coloração da sua gordura verde. Possui uma cabeça pequena com um único par de escamas pré-orbitais (entre os olhos) e uma mandíbula serrilhada, características que a distingue de outras espécies. A sua carapaça possui quatro placas laterais e as barbatanas anteriores e posteriores possuem apenas unha visível.

 

 

A cor da sua carapaça varia de indivíduo para indivíduo e até de juvenis para adultos, que poderá ser verde-claro a muito escuro e de baço a muito brilhante, ou de tons de amarelo, castanho e verde com listras radiantes.

 

A cor do plastrão (parte inferior da carapaça) varia entre o branco e o amarelo nas populações do oceano Atlântico e apresenta tons mais escuros nas populações do oceano Pacífico.

  

 

 

Os filhotes são de cor escura, quase preta, com o plastrão branco e barbatanas muito compridas, o que as distingue facilmente à nascença de outras espécies.

 

Possuem aproximadamente 112 a 120 cm de comprimento curvilíneo de carapaça e podem pesar em média 160 quilos, podendo atingir os 230 quilos. A maior tartaruga verde alguma vez já registada tinha cerca de 152 cm de comprimento curvilíneo de carapaça e 395 kg.

 

Vivem habitualmente em águas costeiras com muita vegetação (áreas de alimentação), ilhas ou baías onde estão protegidas. Raramente são avistadas em alto mar.

 

A sua alimentação varia consideravelmente durante o seu ciclo de vida. Enquanto juvenil é uma espécie omnívora, tornando-se herbívora quando adulta, mas pode-se alimentar eventualmente de medusas, moluscos, esponjas, ovos de peixes, restos de peixes e de outros animais marinhos. É a única tartaruga marinha que é preferencialmente herbívora na sua fase adulta.

 

Realiza posturas em intervalos de 2 a 3 anos, chegando a desovar em média de 3 a 5 vezes por temporada, com um intervalo médio internidal (entre posturas) de 12 a 13 dias. Coloca aproximadamente 115 ovos por postura. Após 59 dias em média, os ovos eclodem.

 

Existem no mundo cerca de 88.500 fêmeas em idade reprodutiva (segundo estimativas apresentadas em relatórios e publicações).