Nome Científico: Dermochelys coriacea (Linnaeus 1766)

 

 

 Banco de Imagens Projeto Tamar

 

Nomes comuns: Tartaruga de Couro ou Gigante (Pt), Leatherback Turtle (En), Tortue Luth (Fr), Tortuga Laúd ou Baula (Sp).

 

É a espécie que apresenta a mais ampla distribuição pelos oceanos, uma vez que os adultos estão melhor adaptados a águas frias do que as restantes espécies, devido à espessa camada de gordura. No entanto as colónias reprodutivas estão limitadas a regiões tropicais (raramente subtropicais) e concentram-se principalmente no Gabão, México, Costa Rica, Guiana Francesa, Suriname e Trinidade Tobago, mas também pode ser encontrada em Moçambique e Angola, embora não existam números comprovados do tamanho das suas populações.

 

Caracterizada pela sua carapaça única, composta por uma fina camada de pele resistente, reforçada por milhares de pequenas placas ósseas semelhante a “couro". A sua carapaça é grande, alongada e flexível com sete quilhas distintas que se localizam ao longo do comprimento desta, de cor cinzenta escura ou preta com pontos brancos.

Mede em média 160 cm de comprimento curvilíneo de carapaça e pesa em média 500 quilos. A maior tartaruga de couro alguma vez registada, pesava cerca de 915 quilos. 

   

 

Esta espécie é a de hábitos mais pelágicos entre as tartarugas marinhas (vivem em alto mar), no entanto podem ser encontradas em baías e estuários e alimentar-se em águas muito rasas, até cerca de 4 m profundidade, próximas à costa. Medusas e outros organismos gelatinosos em geral são as principais presas desta espécie que vivem na coluna d’água entre a superfície e grandes profundidades. 

 

Realiza postura em intervalos de 2 a 3 anos, chegando a desovar de 6 a 9 vezes por temporada, com aproximadamente 88 ovos fertilizados por postura. Após aproximadamente 68 dias, os ovos eclodem. 

 

Existem no mundo cerca de 35.800 fêmeas em idade reprodutiva (segundo estimativas apresentadas em relatórios e publicações).