Os objectivos da ATM centram-se em 5 principais áreas de actuação:

 

1 - Acções de protecção: desenvolver, promover e apoiar acções, em todos os países da CPLP, que tenham em vista a protecção, conservação e pesquisa, das 5 espécies de Tartarugas Marinhas que ocorrem na região (Chelonia mydas, Eretmochelys imbricata, Caretta caretta, Lepidochelys olivacea e Dermochelys coriacea), e dos ecossistemas e meio ambiente do qual elas dependem.

 

2 - Acções de sensibilização: desenvolver acções de esclarecimento e de sensibilização da opinião pública, alertando para o risco de extinção e para a importância da preservação das Tartarugas Marinhas, das praias de nidificação e dos ecossistemas marinhos dos quais elas dependem.

 

3 - Intervenção na área científica: apoiar e fomentar a investigação sobre as várias espécies de Tartarugas Marinhas. Promover a troca de informação científica entre os vários países da CPLP, contribuindo assim para um maior enriquecimento científico de todas as partes. Contribuir para a produção e divulgação de conteúdos científicos relacionados com a Tartarugas Marinhas e a preservação e conservação sustentada do ambiente.

 

4 - Cooperação para o desenvolvimento: prestar apoio e colaborar com associações congéneres nos países da CPLP e com as entidades oficiais respectivas; dinamizar acções interculturais entre os países da CPLP que valorizem a cooperação internacional na defesa das Tartarugas Marinhas (extensível a outros países cujos ecossistemas estejam com estes interligados); prestar assistência científica e técnica às autoridades locais e aos grupos no terreno dedicados à protecção das Tartarugas Marinhas; fomentar o intercâmbio de Professores, Investigadores, Conservacionistas, Voluntários e Estudantes entre os vários países da CPLP.

 

5 - Cooperação para a educação, formação e introdução de práticas sustentáveis: promover o ensino, a educação e a cultura através da sensibilização das comunidades, sobre protecção e conservação ambiental e sobre a importância das Tartarugas Marinhas, com enfoque especial em acções escolares e acções junto de pescadores profissionais e desportivos; fomentar programas e acções de formação para as comunidades piscatórias, para a implementação de práticas e técnicas de pesca mais sustentáveis que ajudem na conservação das Tartaruga Marinhas; criação de emprego associado à protecção activa das Tartarugas Marinhas contribuindo para a integração social e comunitária, empregando habitantes locais na protecção e vigilância das praias.