Na natureza, as tartarugas marinhas enfrentam uma série de obstáculos durante o seu ciclo de vida na luta pela sobrevivência.

 

Predadores tais como aves, raposas, caranguejos e formigas alimentam-se de ovos e filhotes ainda no ninho ou quando emergem, assim como uma série de outros predadores quando iniciam a sua longa caminhada pelo oceano.

 

Após atingirem a maturidade, as tartarugas marinhas são relativamente imunes à predação, com a excepção do ataque ocasional de tubarões ou orcas. É na época da desova, que as tartarugas marinhas se tornam mais vulneráveis, e podem ser atacadas pelo homem ou por animais terrestres. 

 

No entanto, existem muitas outras ameaças além das naturais, que poderão provocar a extinção das espécies. Para compreender o que realmente ameaça a sobrevivência das tartarugas marinhas, é importante controlar as ações dos seres humanos.