A equipa do Programa Tatô protege e monitoriza diariamente, ao longo do período de desova (Setembro a Abril), cerca de 23 km de praia na ilha de São Tomé, que engloba as principais praias de desova das quatro espécies de tartarugas marinhas que se reproduzem anualmente na arquipélago. As restantes praias são monitorizadas semanalmente ao longo do pico de temporada de desova (Novembro e Fevereiro), de forma a se proceder ao registo de atividade destas espécies.

Neste momento a equipa de guardas de praia contratada e formada em técnicas de biologia e conservação de tartarugas marinhas, é constituída por 24 membros das comunidades costeiras adjacentes às principais praias de desova.